15:14h • 23 de Outubro de 2018
Alterar Senha
Esqueci minha Senha

Notícias

Associados em Destaque 02/2015

Ana Paula Gaio, Domingos Thadeu Ribeiro, Emilia Arruda, Antonio Cioffi, Cláudio Esteves e Rui Pinto

21/05/2015

Ana Paula Pina Gaio recebeu prêmio por tese vencedora no 6º Congresso Virtual do Ministério Público

A associada Ana Paula Pina Gaio, promotora de Justiça de São José dos Pinhais, recebeu no início deste mês, 08 de maio, o prêmio pela conquista da 2º tese mais votada na sexta edição do Congresso Virtual do Ministério Público.

A cerimônia de entrega dos diplomas e premiações aconteceu noMinistério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) e contou com procuradores e promotores de Justiça de todo o país.

As três teses mais votadas no evento de discussões online, que aconteceu entre outubro e dezembro de 2014, foram em 1ª lugar - “Garantia do Dissenso na Jurisdição Constitucional Julgamento da Reclamação 4.335, pelo STF, em 2014”, de autoria do Promotor de Justiça do Estado da Bahia, Pablo Antonio Cordeiro de Almeida; em 2º lugar - “A Incidência do Prazo Prescricional Previsto no Código Penal na Lei da Improbidade Administrativa”, de autoria da Promotora de Justiça do Estado do Paraná, Ana Paula Pina Gaio e, em 3º lugar – “Fornecimento de Bebida Alcoólica Para Crianças e Adolescentes é Crime e Não contravenção Penal”, de autoria do Promotor de Justiça do Estado do Mato Grosso do Sul, Fernando Martins Zaupa.

O 6º Congresso Virtual Nacional do Ministério Público teve como tema central "O Ministério Público no Século XXI”. O evento ocorreu por meio de fórum virtual, possibilitando a interação entre os Membros do Ministério Público Brasileiro.

 

 

 

 

___________

 

Domingos Thadeu recebeu a medalha Coronel Sarmento

A Polícia Militar do Paraná realizou no dia 15 de maio uma solenidade em homenagem ao seu Patrono, coronel Joaquim Antônio de Moraes Sarmento. Na oportunidade foram distribuídas honrarias a policiais militares e autoridades civis. O associado Domingos Thadeu Ribeiro da Fonseca, Coordenador do Setor de Combate a Crimes Praticados por Prefeitos do Ministério Público do Paraná, juntamente com a vice-Governadora do Estado Cida Borghetti, recebeu das mãos do novo Secretário de Segurança Pública Wagner Mesquita de Oliveira a medalha Coronel Sarmento.

A Medalha Coronel Sarmento – conferida anualmente pelo Chefe do Poder Executivo mediante proposta do Comandante Geral da PMPR – é a mais alta condecoração da Polícia Militar, destinada a premiar aos que se destacam em favor de causa pública e também por atos de heroísmo no desempenho da função policial militar.

A cerimônia de entrega aconteceu naAcademia Policial Militar do Guatupê (APMG), em São José dos Pinhais (PR), e foi acompanhada pelos familiares do associado.

  

 

 

 

___________

Emilia Ribeiro é Campeã Feminina na XXI Maratona Internacional de SP

A associada, procuradora de Justiça, Emilia Ribeiro Arruda de Oliveira participou da XXI Maratona Internacional de São Paulo que aconteceu no último domingo, 17 de maio.

Emilia conquistou o primeiro lugar no percurso 5 milhas (8.047 KM), em sua categoria de 55 a 59 anos.

A campeã ainda ficou em 16º na classificação geral feminina. Com o tempo de 42:56 alcançou esse resultado entre 758 mulheres participantes.

 

 

___________

Antonio César Cioffi de Moura toma posse como Ouvidor-Geral do MPPR

Na última segunda-feira, 18 de maio, o associado Antonio César Cioffi foi reconduzido ao cargo de ouvidor-geral do MPPR. A solenidade de posse aconteceu no auditório Ary Florêncio na sede da Procuradoria, em Curitiba, e foi prestigiada por procuradores e promotores de Justiça do Paraná, por ouvidores-gerais do Ministério Público de outros Estados, dentre outras autoridades, além de familiares e amigos.

Durante a cerimônia, o procurador-geral de Justiça, Gilberto Giacoia, destacou as conquistas da Ouvidoria-Geral do MPPR nos últimos anos e o espaço alcançado no Conselho Nacional dos Ouvidores do Ministério Público (CNOMP). "O MP deseja sinceramente que você, como escreveu Cora Coralina, embora não podendo acrescer dias à sua vida, acrescente muita vida aos seus dias, que faça dessa sua segunda gestão um espaço dialogal, que agregue ainda mais a nossa Instituição, e que nós sejamos tanto mais unidos quanto mais fortes, trabalhando em favor da sociedade", disse.

O presidente da APMP, Francisco Zanicotti, destacou que, com base em seu convívio profissional com o empossado, não tem dúvidas de que ele dispõe das qualidades necessárias ao exercício da função. "Para esse cargo é preciso saber ouvir e, mais do que isso, sentir as necessidades da população. E ele sabe olhar a necessidade do outro e ajudar, sem nada esperar em troca".

Reeleito para o cargo nas últimas eleições realizadas no dia 8 de maio, Antonio César Cioffi de Moura ingressou no MP-PR em 1981. Atuou em Campo Mourão, Barracão, Mallet, Rio Branco do Sul, Castro, Pato Branco e Pitanga e Curitiba, onde foi promovido ao cargo de procurador de Justiça em 1998. Em abril deste ano, foi empossado como presidente do Conselho Nacional dos Ouvidores do Ministério Público (CNOMP). Cioffi ocupará a função de ouvidor-geral do MP-PR na gestão 2015/2017.

 

 

 

Foto: MPPR

___________

Cláudio Rubino Zuan Esteves empossado como procurador de Justiça

O 1º vice-presidente da APMP, o promotor de Justiça Cláudio Rubino Zuan Esteves, tomou posse nesta última terça-feira, 19 de maio, como procurador de Justiça do MPPR.  A cerimônia foi realizada no gabinete da Procuradoria-Geral de Justiça, em Curitiba, e reuniu membros do MP, profissionais da imprensa, amigos e familiares.

O procurador-geral de Justiça, Gilberto Giacoia, que presidiu a cerimônia, destacou a importância do trabalho realizado por Claudio Esteves como Promotor de Justiça. Ressaltou as qualidades do novo procurador, a coragem, seriedade e compromisso, a atuação sempre destacada, firme e serena, na promoção da justiça: "Vou falar do promotor destemido, que está junto de seus pares de Londrina, e de todos desse glorioso Ministério Público do Paraná, a construir, com coragem, uma Instituição sensível aos anseios e necessidades da sociedade brasileira. Do promotor contribuindo decisivamente, não apenas com a determinação funcional, mas com o sonho de esperança, para a construção de um país mais sério e mais justo".

Na sequência, Cláudio Esteves foi auxiliado pela esposa, a promotora de Justiça Luciana Rabello Zuan Esteves, para colocar a veste talar, e recebeu o apoio de amigos e colegas, que, em discursos emocionados, ressaltaram as qualidades pessoais e profissionais do novo procurador.

Cláudio traz para o segundo grau a experiência de mais de 20 anos de instituição. Esteves ingressou no MPPR em 1991. Desde então atuou nas comarcas de Apucarana, Matelândia, Capanema, Astorga e Londrina, onde trabalhou na 4.ª e na 5.ª Varas Criminais; na Promotoria de Defesa do Patrimônio Público; na Promotoria de Proteção ao Meio Ambiente, Pessoas Portadoras de Deficiência Físicas e Fundações e, a partir agosto de 2003, no Gaeco (à época Promotoria de Investigação Criminal). Cláudio Esteves também é professor na Fundação Escola do Ministério Público, em Londrina, e na Unopar.

 

 

 

 

_________

Associado lança livro sobre histórias do Paraná

O associado aposentado, Rui Cavallin Pinto, lançou recentemente uma obra que busca reunir quadros da história do Paraná. O livro com  o título “Terra todos História de poucos” é uma obra solta, inspirada em cenas avulsas.  O autor afirma que “se pudesse defini-las diria que são exercícios lítero-históricos ou vice-versa, tentando reconstruir o cenário do passado paranaense, seus homens e mulheres..”

Rui comenta que o nosso Estado é rico em história e que, só não é mais por não ter quem a conte. A história precisa de um narrador, ou então dela se esquece ou deixa de existir.

Para o autor, o paranaense se gaba que desconhece sua história, sendo isso uma verdade, pois já não há quem a conte. “Nossos melhores morreram e não há quem se habilite a assumir o legado” atesta.

Desta forma, este livro procura contribuir com uma pequena galeria. Uma  tentativa menor de colher o que anda espalhado  ou esquecido por ai.

O autor finaliza “Penso que faço o que me apraz, mas seria maior meu prazer se soubesse  que outros farão mais e melhor.”

O livro pode ser adquirido na APMP e custa R$ 30,00.

Para solicitar a obra clique aqui.