06:52h • 02 de Abril de 2020
Alterar Senha
Esqueci minha Senha

Notícias

Associados em Destaque 03/2015

Luiz Carlos Biaggi, Mônica Louise Azevedo, Wilson Massali e Edson Luiz Peters

05/10/2015

Luiz Carlos Biaggi recebe título de Cidadão Benemérito de Cianorte

O associado Luiz Carlos Biaggi, promotor de Justiça aposentado, recebeu no último fim de semana de setembro o título de Cidadão Benemérito de Cianorte. A honraria foi entregue pela Câmara Municipal da referida Comarca em uma cerimônia que ocorreu nas dependências da chácara do homenageado, que estava comemorando, também, na oportunidade, seu aniversário.

O título se deu pela atuação de Biaggi, durante muitos anos, em atividades profissionais e de cunho social que contribuíram para o desenvolvimento da Capital do Vestuário. Biaggi relatou à APMP que recebeu o título em nome do Ministério Público do Estado do Paraná e dos colegas com os quais teve a honra de trabalhar na cidade.

Aos 65 anos de idade, Biaggi, natural de Cambará, Paraná, deixou sua marca registrada na história de Cianorte. Entre os acontecimentos de destaque em sua vida, que justificaram a concessão do título, está o fato de ter representado o Ministério Público no município por oito anos. Além disso, presidiu eleições municipais, foi professor da UEM, presidente do Conselho de Ética da OAB e o primeiro advogado de Cianorte a ser eleito Conselheiro da OAB, em Curitiba.

Além das marcas profissionais, Dr. Biaggi se destacou, também, pelo envolvimento com diferentes ações sociais. Foi o fundador do Clube de Justiça de Cianorte, presidente do Cianorte Clube, membro da Diretoria da Rainha da Paz e fundador e presidente de honra do Clube do Carro Antigo de Cianorte, demonstrando-se, ainda hoje, advogado militante no município e em toda a região, prestando, inclusive, serviços gratuitos e relevantes à Justiça Pública.

A Lei que concedeu o título ao homenageado está registrada sob o número 3.114/08, de iniciativa do então vereador Serginho – hoje vice-prefeito. Apesar de ter sido aprovado na legislatura anterior, o documento ainda não havia sido entregue, o que motivou a gestão atual da Câmara, perante o destaque dos trabalhos de Biaggi, realizar a homenagem.

O presidente do Legislativo, vereador Dadá, falou sobre a motivação para a realização. “Faz parte de nossa visão valorizar todos aqueles que, de uma forma ou de outra, tiveram suas atividades destacadas e contribuíram para que o município de Cianorte se transformasse no que é hoje. No caso do Dr. Biaggi, podemos perceber muitas contribuições em relação ao seu ofício e, também, para com as causas sociais, o que nos deixa muito felizes e satisfeitos com sua postura enquanto cidadão”, comentou, acompanhado dos vereadores Valdomiro Gonçalves, Marcia Pereira, Leticia Biggi e Paulo Renato.

O autor do projeto, Serginho, também fez uso da palavra e destacou a trajetória honrosa do homenageado. “Tive a felicidade de propor esse projeto, que agora está sendo colocado em prática pela Câmara, o que demonstra que, de fato, o Dr. Biaggi merecia esse reconhecimento. A sua conduta tem alegrado a todos aqueles que estão à sua volta, demonstrando que é possível realizar um bom trabalho dentro de cada categoria e, também, que é possível fazer o bem às pessoas”, disse.

Segundo o prefeito Bongiorno, momentos como esse devem servir de exemplo para toda a comunidade cianortense. “Sou muito agradecido a Deus por poder viver e ser prefeito nesta cidade abençoada. E se Cianorte hoje é um lugar tão agradável para se viver, além da gestão pública realizada até aqui, isso se deve, também, ao trabalho de pessoas como o Dr. Biaggi, que não medem esforços e contribuem para o desenvolvimento da Capital do Vestuário.”

Emocionado, cercado por autoridades, familiares e amigos, Dr. Biaggi expôs seus agradecimentos. “Sou muito grato por todo esse reconhecimento, que serve de prêmio à nossa trajetória. E esse título eu quero dividir com todos que estiveram presentes em diferentes momentos da minha vida. Aqui estão pessoas que, desde o dia em que cheguei a Cianorte, tornaram-se grandes amigos. Com a ajuda de Deus e de vocês, posso dizer que combati o bom combate”, discursou.

 

Com informações: Tribuna de Cianorte 

 

Mônica Azevedo recebe Título do Mérito Comunitário da Câmara de Maringá

A Associada Mônica Louise Azevedo recebeu da Câmara de Vereadores de Maringá, também no mês de setembro, o Título do Mérito Comunitário.  A homenagem foi proposta pelo vereador Humberto Henrique (PT) como um reconhecimento pelos relevantes serviços prestados à comunidade maringaense, por ocasião de palestras e assessoramento durante a 5ª Conferência Municipal da Juventude de Maringá, realizada em 08 de agosto. Além de Mônica também foi entregue a honraria para o jovem Alexandre Piero, que reside na cidade de São Paulo/SP, é formado em Gestão de Políticas Públicas e Ciências Sociais e é ex-membro do Conselho Nacional da Juventude

Mônica afirmou estar lisonjeada com a homenagem que a incentiva a continuar seu trabalho. “Essa homenagem me faz me sentir acolhida por essa cidade na qual escolhi morar e criar meus filhos e me incentiva a continuar meu trabalho.”

Ela destacou que sempre recebe apoio dos vereadores na sua atuação na promotoria e falou da importância de se ouvir os jovens e incentivar a participação deles na construção de uma sociedade melhor. “Acredito que a juventude é a possibilidade de transformação social, precisamos capacitar nossos jovens para o mundo do trabalho e das relações sociais. A juventude é um desafio que lanço a todos nós para que possamos dar a ela todo o apoio para a construção de uma sociedade mais justa e solidária.”

Humberto Henrique ressaltou a importância de se ter atenção e políticas públicas para os jovens, que hoje são um terço da população de Maringá, quase 106 mil pessoas. Ele falou sobre a participação de Alexandre e Mônica na Conferência. “Eles foram convidados para fazerem palestras e responderem perguntas, o que deveria levar cerca de 2 horas, no entanto eles ficaram durante toda a Conferência, que durou o dia todo. Tanto Alexandre, quanto a doutora Mônica assessoram o trabalho muito além do que lhes foi proposto e por isso nosso reconhecimento e agradecimento.”

O vereador afirmou que a homenagem aos dois é também uma homenagem a todos os que acreditam no jovem como protagonista de uma sociedade melhor hoje. “Que vocês sirvam de exemplo e favoreçam o engajamento de todos na defesa e na promoção da juventude.”

 

Com informações: Assessoria de Imprensa - CMM

 

Wilson Massali lança obra “Princípio da litigiosidade mínima: tutela coletiva, transacional e arbitragem”

O associado Wilson Massali lançou recentemente a obra “Princípio da litigiosidade mínima: tutela coletiva, transacional e arbitragem”.

Massali ensina neste livro que é possível desinchar o sistema de justiça e reduzir o grau de litígios, simplesmente abrindo caminho para a incidência das esferas de tutela coletiva e inibitória (consensual, de preferência).

Na escolha do tema para a elaboração deste trabalho, segundo o associado, procurou-se optar por uma problematização que viesse a contribuir, de alguma forma, para o progresso do Direito enquanto ciência a serviço do bem comum. E foi nesse cenário que Massali procurou abordar a temática da pacificação dos conflitos, que é justamente um dos escopos a serem perseguidos por todo operador e estudioso do Direito.

Para o autor a expectativa é que a obra sirva tanto ao leitor acadêmico, como ao profissional do direito e àqueles que estão estudando para concursos públicos, com quem nos solidarizamos. E mais que isso, seja um contributo positivo em favor da ciência do Direito, na busca incessante de seus fins pacificadores. 

Os interessados podem adquirir a obra diretamente no site da EDITORA pelo valor de R$ 52,00.

Clique aqui e compre o livro.

 

 

Edson Luiz Peters lança 3ª edição da Obra Manual de Direito Ambiental

O associado Edson Luiz Peters, em conjunto com Paulo de Tarso de Lara Pires e Jaqueline de Paula Heimann, lançou a 3º Edição da obra “Manual de Direito Ambiental: Doutrina, Vocabulário Ambiental e Legislação Básica”.

A obra trata-se de um Manual de Direito Ambiental construído a partir da união de conhecimentos e experiências de diversas áreas e por isso o resultado é a expressão conjugada dos saberes jurídicos e científicos.

É uma obra diferenciada porque simplifica a linguagem técnica jurídica e permite acessibilidade para profissionais das mais variadas áreas a este campo crescente do Direito Ambiental.

A clareza e objetividade, somadas às figuras, resumos, quadros e esquemas, alcançam o propósito didático de desmistificar o Direito Ambiental, servindo tanto para acadêmicos de Direito que nunca tiveram contato com a matéria, quanto para aqueles que pretendem se especializar nesta área ou para quem está se preparando para concursos jurídicos e outros que exijam conhecimento neste setor.

Na parte doutrinária, o Manual abrange desde o conceito, formação e classificação do Direito Ambiental, fontes, princípios gerais e específicos, competências ambientais, a Política Nacional, os principais instrumentos e as esferas de responsabilidade administrativa, criminal e civil. Além disso, trata do Licenciamento Ambiental, da proteção jurídica da flora, fauna e recursos hídricos.