08:09h • 24 de Maio de 2019
Alterar Senha
Esqueci minha Senha

Notícias

Maringá receberá Café com Letras na dia 26.11

Escritor usa poesia para falar da alma

18/11/2015

A APMP, através de sua Diretoria Cultural, realizará o primeiro Café com Letras no interior. O evento acontecerá na cidade de Maringá, no dia 26 de novembro, na Associação Comercial e Empresarial de Maringá - ACIM, localizada na Rua Vereador Basílio Sautchuk, 388 - Centro.

O convidado desta edição é o premiado escritor Domingos Pellegrini, que fará uma palestra-recital com o tema “Saques e Toques – Para Ver, Ouvir, Sentir e Pensar”, a partir das 19 horas.

O escritor comentará 45 haicais coloridos que apresentará em telão, uma mistura de palestra com recital, mostrando como o moderno haicai resume a integração entre Oriente e Ocidente, tornando-se um símbolo de globalização, e como serve para sintetizar e agudizar emoções, reflexões e visões.

A partir das 18h30 os convidados serão recepcionados com um café de confraternização.

Clique aqui e faça sua inscrição.

 

Sobre o Haicai

Quando os japoneses vieram para o Brasil, trouxeram não apenas seus costumes e seus legumes, mas também um tipo de poesia, o haicai, que se disseminou muito além da outrora chamada colônia japonesa. O haicai usa um olhar agudo e sintético, funcionando como portador de insights ou sacadas sobre comportamento, relações familiares e profissionais, relações humanas em geral, psicologia, habilidades, empreendedorismo, ética, visão de mundo e arte de viver.

Cada haicai será comentado e para o escritor tal ação proporcionará que a palestra torne-se uma lavagem da alma, com o público comungando de sentimentos e reflexões ancestrais e perenes, bem como de dilemas e tendências atuais, fundamentais para uma boa situação social, emocional e espiritual.

 

Sobre Pellegrini

Domingos Pellegrini é o autor paranaense mais agraciado com o Prêmio Jabuti, considerado o mais importante prêmio literário nacional, que recebeu seis vezes (duas em primeiro lugar, duas em segundo e duas em terceiro). É autor de mais de 50 livros, entre contos, romances, infantis e juvenis. As obras “A Árvore Que Dava Dinheiro” e “As Batalhas do Castelo” são consideradas clássicos contemporâneos. “Terra Vermelha” e “O Caso da Chácara Chão” são seus romances mais conhecidos.

O convidado é formado em Letras e, além da literatura, escreve para jornais e revistas e faz trabalhos publicitários.

Vive atualmente na Chácara Chão, em sua cidade natal (Londrina), de onde envia colunas ao Jornal de Londrina e à revista Globo Rural, entre outras publicações.