04:46h • 23 de Outubro de 2018
Alterar Senha
Esqueci minha Senha

Notícias

Pesquisa virtual para traçar o perfil do Ministério Público acontece até 29 de fevereiro

O objetivo é compreender quem são os promotores e procuradores de Justiça e como atuam em diversas áreas

26/02/2016

Desde meados do ano passado, acontece uma pesquisa intitulada “Ministério Público na construção da democracia no Brasil”. A pesquisa tem como objetivo compreender quem são os promotores e procuradores de Justiça, como atuam nas áreas de controle externo da atividade policial, na supervisão da execução da pena privativa de liberdade, na proteção e garantia dos direitos difusos individuais e coletivos. Além disso, também busca apreender de que maneira avaliam a percepção dos beneficiários de sua ação e o funcionamento das instituições que compõem o sistema de justiça.

A inciativa é do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania da Universidade Candido Mendes (CESeC/UCAM) e do Centro de Estudos de Criminalidade e Segurança Pública da Universidade Federal de Minas Gerais (CRISP/UFMG). Ainda, recebe apoio da Secretaria de Reforma do Judiciário (SRJ/MJ). A participação é apenas virtual (clique aqui) e está disponível até dia 29 de fevereiro de 2015.

 

O questionário

O questionário é destinado a todos os membros do Ministério Público e é composto por 37 questões, sendo 18 de perfil socioprofissional, 05 de funções do MP, 04 de controle da atividade policial, 04 de supervisão da execução da pena privativa de liberdade, 04 de proteção e garantia dos direitos difusos individuais e coletivos e 02 questões de avaliação da performance do sistema de justiça. Disponível em: https://fluidsurveys.com/s/ministeriopublico/. Todas as informações são sigilosas e não identificam diretamente o respondente. 

 

Resultados da pesquisa

Após a entrega dos questionários respondidos, será feito uma análise da base de dados, destacando as tendências gerais, enfatizando as especificidades regionais. O objetivo também é realizar um workshop com os membros do MP para a apresentação dos dados, discussão dos pontos a serem divulgados na imprensa, formatação do relatório final e entrega da base de dados, sem qualquer identificação individual, para o Conselho Nacional do Ministério Público.

O estudo irá retratar a instituição: quem são e o que pensam os promotores e procuradores sobre as atribuições recebidas após a Constituição Federal. Ele também servirá como subsídio para a elaboração de políticas públicas que melhorem a performance da instituição nas áreas analisadas

Associados da APMP

Solicitamos aos associados da APMP que participem da pesquisa e mostrem as percepções de nosso Estado. É importante lembrar que os dados coletados serão analisados coletivamente, não possibilitando a identificação dos respondentes.

 

Obs.: Para preencher o questionário serão necessários cerca de 30 minutos.